O que seria do mundo sem as avós?

A melhor babá do mundo?

Ela ama, cuida, dá carinho e atenção. Ela ensina músicas novas, dança, pula e dá cambalhotas. Ela brinca de carrinho, de ‘carrão’ e de bonecas (Amora, Neném, Ana, Ginger… alguns dos nomes das bonecas). Ela passeia no parque, desce no escorregador e brinca no balanço. Ah! E no jacaré também. Ela dá rapadura, camarão e divide seu panetone. Ela pega ônibus, vai pro Square One Mall, na Apple, na Victoria’s Secret, no Metro e na Shoppers Drug Mart. Ela vai nas aulinhas de música com bebês, canta e dança músicas em inglês, conversa com as professoras e as outras avós e mamães, mesmo sem entender 100% da língua. Ela segue direitinho os horários de dormir, de comer e de brincar do bebê. Ela ensina o bebê a cantar & dançar “Meu pintinho amarelinho”, a fazer carinha de assustada e a dizer “Ai, ai, ai!”. Ela assiste Galinha Pintadinha, Casa de Brinquedos, MPBaby, Palavra Cantada, 3 Palavrinhas e Turma do Cristãozinho – na TV ou no iPhone. Ela se sente livre, sem invadir o espaço do outro.

Além de tudo isso, ela arruma a casa, lava roupas, faz comidinhas gostosas, cata folhas do quintal. Ela lava a garagem, costura roupas desembainhadas, lava banheiro e passa roupas. Ela compra pão e tofu. Ela ajuda nas lições de Escola Dominical e na decoração da festa de aniversário de um ano. E quando sobra um tempinho, dá uma passadinha na Dollarama. Tudo isso de rímel, baton, unhas pintadas e um vestidinho fofo.

Pra completar, ela gerencia a casa dela há milhares de quilômetros de distância. Ela estuda com a filha mais nova, dá assistência a filha mais velha quando hospitalizada, conversa com o filho do meio. Cuida do marido mesmo de longe e o empresta seus ouvidos quando ele precisa desabafar ou somente trocar ideias.

Mas acima de tudo isso, ela ora por todos nós, todos os dias. Ela sabe que o poder não está nas mãos dela e sim, do Pai. “Uma mulher de saltos é poderosa, mas uma mulher de joelhos é invencível.”

Quem é ela? A vovó da Manuela, minha mãe.

Mãe, sem palavras pra agradecer o carinho e cuidado seu com a gente durante esses últimos 44 dias. Nossos corações estão cheios de gratidão pelo seu desprendimento e apoio. Que dias como esses se repitam muitas outras vezes!! O-B-R-I-G-A-D-A!

*P.S. Minha mãe veio pra cá cuidar da Manu por 6 semanas enquanto eu me adaptava no meu novo trabalho e o Cris retornava ao seu antigo emprego. Agora, Manuela irá para um Home Daycare, que falaremos em posts mais adiantes.

mamis e Manu

Esta entrada foi publicada em Familia, Sentimentos. ligação permanente.

3 respostas a O que seria do mundo sem as avós?

  1. Parabéns pelos belos frutos q esta colhendo minha amiga…ser avó é tudo isso e muuuuiiiito maisss. Parabéns Aline, por merecer essa mãe maravilhosa, e parabéns p Manuela, por ter a avó que tem…especialisssima. bjos no coração de todas vcs. Deus abençoe muito essa nova fase de sua vida Aline. Abençoe tbem, seu novo trabalho e do seu marido. bjos.

  2. Moema Braga diz:

    Lindo demais esse texto!! 😍
    conseguiu descrever exatamente como são as avós! Deus abençoe…

  3. Pingback: 1ª Carta para Manuela | Minas Canadá

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s