Projeto Gourmet – Culinária Venezuelana – Mês 7

Deliciosamente surpreendida. Assim começo meu post falando da culinária da nossa vizinha Venezuela.

Flag_of_Venezuela

Mas antes da parte Yummy!, um breve panorama do país. Fazendo uma ‘pesquisasinha’ pelo Google, descobri que ela está ali, no lindo Mar do Caribe; só isso já me deu vontade de conhecer o país. Nosso estado de Roraima é seu vizinho, bem como o Amazonas. E o pequeno país de Trinidade e Tobago fica coladinho nela também (temos um vizinho de lá!! Pode falar, você nunca conheceu alguém de Trinidade e Tobago….rs). Também descobri que está entre os países mais urbanizados da América Latina. Para aqueles que querem se situar ainda melhor, só falar do nome Hugo Chávez (ex-presidente, faleceu em 2013) ou então da capital Caracas e… pronto! Agora você já sabe onde estamos.

Venezuela

Bem, mas viemos aqui pra falar daquilo que ela nos oferece quando sentamos à mesa, right? Pois é, voltando ao “deliciosamente surpreendida”, é assim que descrevo minha reação ao experimentar alguns pratos típicos do país. Tudo muuuito gostoso e com muito sabor. Uma combinação perfeita dos ingredientes em todos os pratos, desde um simples ‘Arepa’ até um prato sofisticado.

Segundo o Wikipedia, “A Gastronomia é muito diversificada, e é resultante da mistura de alimentos Europeu, Africano e indígenas. O prato mais famoso e consumido é a Arepa, uma espécie de pão ou tortilha grelhado, frito ou cozido, consome-se várias vezes ao dia e é considerado o pão dos venezuelanos.”

Vamos falar um pouquinho do que experimentamos esses dias. Visitamos dois restaurantes em Toronto. Ambos pequenos e charmosos.

Como entrada no Arepa Café, pedimos mandioca frita com molho de guacamole. Delicinha! Bem brasileirinho, mas com gostinho de abacate🙂

v8

Como pratos principais fomos de Arepas. O Cris pediu um medley de arepas de sabores diferentes e eu fui da grandona Pabellon Arepa com carne desfiada, feijão preto, banana e queijo muçarela (descobri a pouco tempo que o queijo pode ser escrito com Ç).

v7

v6

Os pratos venezuelanos contém muita banana frita e como nós gostamos disso! Acabei comprando no supermercado para fazermos aqui em casa. Minha mãe sempre fez banana frita para comer com açúcar e canela e eu havia me esquecido desse maravilhoso prato (hehehe!).

O Cris não resistiu e pediu uma limonada com cana de açúcar. E não é que o trem é bão, mesmo?!?

v10

Pra fechar a gordice, pedimos um alfajor e um bolo tres leches. Ambos gostosos, mas nada tipo, divino. O bolo como o próprio nome diz, é feito de 3 tipos de leite: condensando, evaporado e integral – não tem como ficar ruim, né? Sobre o alfajor eu acho que vou precisar dar um pulinho na Argentina pra experimentar o original😉

v11

v12

Nossa segunda visita em restaurante venezuelano, ficou mesmo pro início desse mês. Assim, fomos no último sábado no Gordo Ex Café. Esse dia, juntamos a comilança com uma ida à competição de natação do Parapan, então estávamos todos bem estilo ‘canarinho’…rs

v17

familia

Fomos almoçar já mais de 2:30pm – curtindo preguiça do sábado de manhã em casa. Assim, chegamos com vontade de devorar tudo e mais um pouco. Mesmo com tanta fome, conseguimos apreciar e sentir o sabor do que estávamos comendo quando os aperitivos chegaram…rs

v13

Tequeños – Deliciosos palito de queijo frito envolto em uma massa de pão. Yummy! Yummy! Eles vieram acompanhados de 3 tipos de molhos que infelizmente não sei descrever os ingredientes, mas bem saborosos.

v15

Empanada de queijo com banana da terra – um pouco diferente das argentinas, porque a massa delas é feita de milho, e portanto, muito mais gostosas… pelo menos eu e Cris achamos assim. Empanadas lembra nosso pastelzinho assado. Essa daí estava um espetáculo!

v14

Quando chegaram os pratos principais, ainda estávamos com fome, mas era comida pra valer!

Cris foi de Pabellon Criollo – prato composto por arroz (brasileirinho), feijão preto (temperinho delicinha), bananas fritas e carne desfiada. Eu fui de Asado – só a carne varia, no caso uma carne assada com um molho escuro indescritivelmente bom!

v18

 

v19

 

Tínhamos que experimentar também um tal de Postobon, que nada mais é que um refrigerante de maçã, muuito artificial – bem doce. Nada se compara ao nosso bom e velho Guarapan (bem famoso nas Minas Gerais).

v16

 

Minha conclusão foi que voltaremos mais vezes a esses e outros restaurantes venezuelanos fora do Projeto Gourmet. E quem sabe um dia não vamos conhecer a culinária in loco?!?

 

P.S. Não tive tempo de editar as fotos coisa e tal… Manu está se arrastando pra todo lado e preciso ficar de olho!! 

Esta entrada foi publicada em Comida, Projeto Gourmet, Toronto. ligação permanente.

3 respostas a Projeto Gourmet – Culinária Venezuelana – Mês 7

  1. Vanessa diz:

    Achei vcs aqui!! Que legal! Sou do blog nossanovavida. O Cristiano comentou por lá e vim dar uma espiada no blog de vcs. Legal dar um rosto pra quem a gente já conhecia pelos emails!
    Obrigada pela força sempre Cristiano! Deus abençoe vc e sua família!
    Abraços
    Vanessa e Allan

  2. Pingback: Projeto Gourmet – Culinária Alemã – Mês 8 | Minas Canadá

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s