Chegadas e Partidas

A vida de qualquer pessoa é recheada de chegadas e partidas, e a vida do imigrante não é diferente. Vivenciar as expectativas de receber as pessoas que vem nos visitar e curtir as idas a nossa terra querida, não tem preço.

É uma rotina de aeroporto que não é para qualquer um. Nosso combinado quando viemos morar no Canadá, era de que pelo menos uma vez por ano iríamos a terra Brasilis para dar um cheiro nas pessoas que amamos. Já completamos 3 anos aqui e estamos cumprindo este combinado.

Todas nossas idas são recheadas de expectativas desde a data que compramos nossa passagem até quando voltamos e fazemos o balanço da nossa viagem. Este ano não foi diferente.  Ficamos exatos 14 dias com nossos amados e que 14 dias intensos. Foram 14 dias para rever tanta gente (e ainda deixar de rever alguns pela falta de tempo), para relembrar das coisas que tanto gostamos no Brasil e já iamos esquecendo, para comer coisas que no nosso dia a dia não comemos mais, para relembrar de coisas que nos fizeram imigrar e para realmente curtir férias e a preguiça.

E quando voltamos, é aquela situação no aeroporto de um até mais, até breve. Um mix de felicidade de estar voltando para o país que escolhemos morar e tristeza por deixar pessoas tão queridas. Umas pessoas lidam melhor com esta situação do que outras. Meu pai sempre chora, minha mãe tenta ser forte, mas quase sempre chora depois que partimos, meu irmão fica me dando uns tapas e enchendo de beijos, os pais da Aline se mostram mais duros, mas sei que por dentro estão com o coração partido…. E este ano ainda foi um pouco diferente ,pois nosso retorno estava marcado para o dia 01/01 às 2:37am. Ou seja, “estragamos” a virada de algumas pessoas. Tivemos uma rápida ceia na noite de 31/12, esperamos a contagem para a virada e já partimos para o aeroporto. Tudo muito rápido, porém bem prazeiroso.

Voltando para casa....

Voltando para casa….

Este post já está ficando muito meloso, mas início de ano é assim mesmo. Várias reflexões e projetos para o novo ano e avaliações do ano que se foi. 2012 deixou muita coisa boa e aprendizados, e nosso objetivo para 2013 é continuar com nosso projeto aqui no Canadá (bem geral este objetivo, mas tem muita coisa que estamos planejando para 2013 que vamos compartilhando aqui quando elas forem acontecendo).

O título do post foi inspirado no programa da Astrid no GNT que se chama “Chegadas e Partidas””. Achei bem legal a ideia e fica ai a dica para quem ainda não assistiu. Tem vários episódios no youtube.

Feliz 2013 para vocês leitores aqui do blog e que Deus possa abençoar sua vida grandemente.

Abs,

Cris

P.S.: Começamos o ano super bem na nossa igreja com o especial do Pr. Hernandes Dias Lopes que está conosco por 5 dias seguidos (que presente).

Esta entrada foi publicada em Brasil, Casa, Familia, Sentimentos, Viagens. ligação permanente.

Uma resposta a Chegadas e Partidas

  1. Tereza diz:

    Ai, eu te entendo… Dar tchau é um negócio muito complicado. Minha família sempre morou longe e cada vez que a gente tem que ir para o aeroporto, seja da gente voltando e de eles indo é triste. Parece que um pedacinho da gente vai junto. Mó baixo astral! hehhe
    Mas, faz parte da vida né?… Força!!!
    Bjos,
    Tereza

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s