Disciplina

Parece engraçado, mas tenho descoberto essa palavra presente cada vez mais na minha vida atual. Quando estamos trabalhando num emprego normal, o famoso full-time de 9 às 5pm, descobrimos que não temos tempo pra muita coisa e acabamos programando cada segundo do nosso dia para fazer as atividades que são prioridades. Com a nossa velha mania de postergar as coisas e “deixar pra amanhã o que se pode fazer hoje”, criamos complicações para nós mesmos por simplesmente não termos disciplina.

Confuso? Preste atenção então. Como já falei aqui em outros posts, tenho trabalhado como freelancer de organizadora de eventos, ou seja, não tenho dias nem horários fixos para trabalhar. Quando pinta um trabalho, eu tenho que reprogramar minha semana. Com isso, os dias que eu tenho “livres” em casa precisam muito de horários, como se eu tivesse que sair pra trabalhar todos os dias com horário e tudo. Quando percebi que chegava no final do dia e eu perguntava pra mim mesma (às vezes a pergunta vinha do Cris – o que me ‘matava’ de raiva): “O que eu fiz durante o dia?”, muitas vezes eu não encontrava respostas ou apenas conseguia descrever uma hora de atividade do meu dia. A sensação era de que eu havia ficado o dia todo no sofá assistindo TV, o que não era verdade, embora algumas vezes isso tenha acontecido🙂 Foi quando me lembrei de alguns colegas chineses que já estudaram comigo em diversos cursos. Como eles são disciplinados! Quando cismam que vão aprender alguma coisa, se dedicam de corpo e alma aquele projeto. Nunca deixavam de fazer o para casa, sempre estudavam horas em casa quando já não vinham com a matéria que ainda ia ser dada na ponta da língua. Percebi que gostaria de ser como eles, mas fazendo uma análise mais profunda, percebi que minhas prioridades e forma de pensar são diferentes das deles. Sendo assim, aproveitei o que eu podia dessa tão rígida disciplina e adaptei à minha realidade.

Todos os dias ou semana, faço minha TO DO LIST, as atividades que tenho que fazer durante aquela semana. Incluo tudo, até mesmo as tarefas domésticas que acabaram sobrando todas pra mim😦 mas tudo bem… Também criei um arquivo sobre meus planos profissionais e educacionais, colocando lá tudo que quero fazer, como fazer e onde procurar – e quando eu realizo a tarefa, vou até a tabela e escrevo FEITO. É uma sensação de realização/cumprimento ótima! Faço isso para atividades de curto a longo prazo. Regurlamente, volto a esse arquivo e faço uma revisão e me pergunto o que ainda precisa ser feito. Confesso que tem coisas que eu ainda “empurro com a barriga” por serem coisas chatas de se fazerem ou trazerem algum desconforto, mas eu continuo tentando cumprir os objetivos que tracei para mim.

O interessante é que eu aplico essa disciplina para qualquer coisa, até mesmo alimentação e saúde. Ficando em casa, a nossa tendência é comer demais o tempo todo e ter preguiça de se arrumar para ir pra academia. Então, tenho disciplinado minha boca e meu corpo. Sim! Tem dias que passo do limite dos dois – como demais e faço exercício de menos – o que me deixa triste no dia seguinte… E parece que às vezes as coisas conspiram contra nós. Na semana que eu falei “Vou voltar a fazer ginástica.” caiu um pé d’água aqui que seria insano da minha parte sair de casa naquele vento pra fazer academia. Mas seguindo a regra da disciplina, me troquei e fui pra academia do prédio e fiz uma hora de exercícios lá. Mereço uma estrelinha, né?


Ah! Também aproveito para fazer coisas que sempre falei “Ah se eu tivesse tempo…” e aí tento coloca-las em prática… Mas minha lista ainda está só começando, mas é do começo que se começa. Coisas para se colocar no seu caminho existirão sempre, o que você não pode deixar é que elas o atrapalhem de conquistar seu objetivo, seja ele se alimentar melhor ou fazer um MBA. Força na peruca que você consegue!

Sofra a dor da disciplina ou sofra a dor do arrependimento

Falando em disciplina, não poderia deixar de registrar aqui um fato importantíssimo que aconteceu no último sábado. Minha irmãzinha caçula, Luísa, ganhou o primeiro lugar na competição de natação pela primeira vez. Parabéns, Xuxu!! Você é nota mil!!! Desde antes completar seu primeiro aninho de vida que minha mãe a leva para as aulas de natação, ou seja, tem 10 anos que ela nada e alguns que já compete. Ela sempre brincou muito nas águas, é apaixonada por água, mas nunca havia colocado um objetivo. De tanto o professor insistir e não desistir, resolveu encarar a competição com um pouco mais de seriedade e aí o resultado veio. Não sei se será uma profissional de natação, por enquanto ela ainda gosta de brincar nas águas, mas já vejo um sinal de dedicação desde criança e fico muito feliz por ela e com ela. Disciplina.

Esta entrada foi publicada em Coisas que gosto de fazer, Esporte, Familia. ligação permanente.

Uma resposta a Disciplina

  1. Fabio diz:

    Gostei demais, Aline! Disciplina é importantíssimo mesmo.

    Parabéns pela disciplina e parabéns pra Luísa também!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s