Presqu’ile Provincial Park

Este verão pelo visto realmente não vai engatar um calor daqueles que nos fazem até querer o inverno (#sóquenão), mas mesmo assim não poderia faltar um camping. E desta vez fomos acampar no Presqu’ile Provincial Park. O parque fica à 2 horas de Mississauga e é de super fácil acesso. Localizado na cidade de Brighton, que possui somente uns 11 mil habitantes, o parque provicial de Presqu’ile possui umas 8 diferentes areas para se acampar. Ficamos no Lakeside Campground e achamos de super fácil acesso a todas as áreas do parque.

Farol - Vale a pena uma caminhada...

Farol – Vale a pena uma caminhada…

Lago Ontário já foi fotografado do Norte, Sul, Leste e Oeste...

Lago Ontário já foi fotografado do Norte, Sul, Leste e Oeste…

Apesar da temperatura não ter propiciado uma entrada no lago :-( pudemos aproveitar um solzinho e curtir a natureza. A cada ano que passa acrescentamos um item ao nosso kit de acampamento e a vida na floresta fica mais facilitada.

Estas crianças realmente são corajosas viu...

Estas crianças realmente são corajosas viu…

Assim como todos os parques provinciais que já acampamos, a estrutura para receber os visitantes é sempre de primeira. Os banheiros são lavados com frequência, todas as áreas super bem sinalizadas e organizadas.

_MG_1744

 

Desta vez nosso camping tinha uma criança de 9 meses e uma grávida, mas tudo foi super tranquilo e gostoso.

Detalhe para as toalhas para "proteger" do vento..kk

Detalhe para as toalhas para “proteger” do vento..kkkk

_MG_1812

 

Que venham mais campings :-)

Categories: Parques, Viagens | 3 Comentários

E a família cresce…

its a girlBem, aqui vai o primeiro post de uma seqüência sobre nosso assunto pendente: nosso primeiro baby nas terras geladas!
Antes de mais nada, devo dizer que não cansamos de agradecer a Deus pelo privilégio que Ele tem nos dados de ser pais. Só estamos no início e estamos amando essa ideia.
Vou começar do presente e aos poucos a gente conta como foi o processo (corajoso, diga-se de passagem) de engravidar longe da terra-mãe e longe da família.
De fato, nosso mundo a partir de agora terá mais brilho, mais cor-de-rosa, mais TPM e muitos, muitos laços e fitas! Sim, uma princesa está a caminho. E já tem o nome escolhido: Manuela!
Pois bem, vamos começar pela escolha do nome. Tarefa difícil e delicada, principalmente quando se vive em outro país. Depois de conversas, pesquisas em sites e listinhas dos Top 10, ficamos entre 3 nomes. A questão é que tanto eu quanto o Cris gostávamos dos nomes finalistas, mas decidir era difícil. Tem vários detalhes a se pensar que são óbvios: significado, gente conhecida, muito popular?, muito diferente?, etc. Mas a questão que mais ficamos ‘encalhados’ foi a forma de pronunciar o nome em ambas as línguas. Optamos por um nome brasileiro, então nomes com acentos, til, LH e cia estavam fora de cogitação. Assim, depois de pronunciarmos alguns nomes em inglês, percebíamos que eles perdiam um pouco da beleza do som ou então se pareciam com outra palavra em inglês. Assim chegou Manuela, doce e forte, suave na pronúncia, lindo significado (Deus está conosco). Para futuros papais imigrantes, aconselho já irem pensando em alguns nomes….rsrs.
Outra coisa que posso falar rapidamente nesse post é sobre a escolha do profissional de saúde que está nos acompanhando. Aqui você tem 3 opções: ser atendido pelo seu médico de família (family doctor), por um obstetra ou por uma parteira (midwife). Todos os profissionais são pagos pelo governo e a gente não desembolsa nadinha pelo atendimento deles (já pagamos os impostos, né?).
Optamos por uma midwife. Traduzir para parteira é um pouco grosseiro devido ao fato que no Brasil nossa imagem de parteira é aquela senhorinha que nunca foi na escola mas ajudou a comunidade inteira nascer. Isso é totalmente diferente aqui. As midwives são treinadas e estudadas como qualquer outro profissional de saúde. Fazem curso de 4 anos, estágio e tudo mais. São inclusive muito requisitadas, tanto que quando optamos ser atendidos por uma, tivemos que entrar na lista de espera. Se formos comparar médico X midwife, vamos encontrar várias vantagens e desvantagens, o importante é você pesquisar bem e ver com qual você se sente mais a vontade. Até então, temos visitado a nossa todo mês e a frequência da visita aumenta com a proximidade do parto. Só para  informar os navegantes, meu parto será no hospital (assim espero!!) com todo equipamento, profissionais e conforto necessários. As midwives são registradas em determinados hospitais e podem trabalhar lá normalmente. Além de tantas outras vantagens de termos uma midwife, a que destaca pra mim é o fato de ela ser especializada em gestação, parto e cuidados com recém-nascidos. Ela estudou só pra isso, então me sinto segura. A outra é a questão do acompanhamento mais próximo; elas te dão mais atenção durante as consultas, durante o parto e pós-parto (claro, que temos exceções de todos os lados). Elas inclusive vão até sua casa alguns dias depois do nascimento pra checar se está tudo bem com a família toda.
Sabia que o post ia ficar grande, mas vou tentar contar nossa experiência aos pouquinhos.

Uma dica para futuras mamães: case com um marido lindo como o meu! Cris tem sido super dedicado, amoroso e compreensivo durante esses já quase 6 meses! Isso é muuuuito importante. YOU ARE THE BEST, BABY! :)

Assuntos para possíveis próximos posts sobre gravidez:
O que não me contaram sobre gravidez
Lista de compras de um bebê: isso tudo mesmo?!?
Tentando engravidar: um grande milagre
Decorando o quarto: meu Deus! Quanta opção!

Ah! Não vamos falar só de gravidez e crianças no blog!! Vamos continuar falando de outros desafios da nossa quotidiana vida de imigrantes.

Uma pausa porque Cris, Aline e Manu estarão de férias no Brasil pelas próximas duas semanas.

Punta Cana – República Dominicana

Depois da aventura das malas, chegamos em Punta Cana e com tantas malas (10 no total para 6 pessoas) que o povo deve ter pensado que estávamos nos mudando para lá.

Já havia um tempo que queria levar meus pais em uma viagem all-inclusive no caribe e finalmente desta vez conseguimos ir e ainda tivemos meus queridos tios juntos também J. Foi uma semana de muito papo, descanso, comida e passeio pela ilha.

Mamae Canada 20142

Punta Cana é um destino bastante popular aqui no Canada e tem uma estrutura bem grande de resorts para todos os gostos. Mais uma vez ficamos hospedados na rede Grand Bahia Principe e não temos do que reclamar. Como já ficamos hospedados nesta rede em uma viagem ao México, recebemos um pequeno upgrade na hora do check-in que nos dava direito a algumas regalias como cama king size, 1 restaurante a-la-carte extra e alguns brindes, fora uma localização privilegiada no complexo.

Assim como o resort na Riviera Maia, o Grand Bahia Principe de Punta Cana é super grande e dentro do complexo são 4 resorts da rede. Na semana que ficamos hospedados, tinham aproximadamente 6.200 hospedes e uns 4.000 funcionários, então vocês imaginam o tamanho da estrutura. O bacana é que em nenhum momento temos a sensação de que o resort está lotado (ate porque não estava), sempre encontrávamos mesas nos buffets, cadeira na praia e não enfrentamos nenhuma fila para nada. Como sempre, fomos super bem atendidos e meu pai adorou poder conversar em portunhol com o pessoal do hotel.

Mamae Canada 20141

Em relação à praia, o mar tem aquela cor muito bonita, mas o mar de Cuba ainda continua sendo meu favorito. A praia era enorme e com espaço suficiente para ter redes de vôlei, atividades animadas e muita gente caminhando sem tumulto.

Mamae Canada 2014

Não fizemos nenhum dos passeios mais famosos (Ilha Saona, mergulhos e golfinhos), optamos por um passeio que ia parando em varias cidadezinhas para conhecer um pouco da cultura da República Dominicana. Visitamos o lado bem pobre do país e também seu lado próspero. Fomos a um projeto infantil que proporciona educação para imigrantes ilegais do Haiti (País que divide a mesma ilha com a República Dominicana), visitamos também os Altos de Chavón, uma réplica de uma vila mediterrânea (pura ostentação para os padrões locais) e vimos a vida simples do interior do pais nas cidades de Higuey e El Seibo. Almoçamos em San Pedro De Macoris e paramos para algumas compras de souvenires na cidade de La Romana. No geral, nada muito diferente ao que os Brasileiros estão acostumados. O nosso grupo para o passeio era de sua maioria Alemã e eles pareciam estar em outro mundo com o modo de vida dos Dominicanos. Tudo bem diferente e curioso para eles.

Mamae Canada 20143

 

Mamae Canada 20145

 

Mamae Canada 20144

Mamae Canada 20146

Categories: Familia, Viagens | Deixe o seu comentário

De volta

retorno-e-desafioEstou meio sumida, eu sei. Muitas mudanças nesse primeiro semestre do ano e precisei ficar focada nessas “mudanças”. Agora as coisas estao mais, digamos, tranquilas.

A primeira grande mudança foi de emprego mais uma vez. Fiquei 14 meses trabalhando no MTCC – o maior centro de convenções do Canadá e foi sem dúvida, uma experiência maravilhosa. Meu contrato se findou no final de janeiro desse ano e eu já tinha uma nova proposta: voltar para a empresa onde trabalhei anteriormente. Minha chefinha, como eu a chamo carinhosamente, uma inglesa imigrante quanto eu, havia me feito o convite desde o final do ano passado. Apesar de gostar muito do pessoal e do trabalho em si, hesitei um pouco em voltar, pelo fato que seria outro contrato de 1 ano. Já se somam mais de 3 anos que estou a base de contratos e eu estava na expectativa de me estabilizar numa empresa por um tempo maior, onde terei todos os benefícios e direito a férias regulares. Mas nem sempre o que a gente espera é o que Deus quer, né? Então resolvi me calar e aceitar a proposta.

Tudo se encaixou perfeitamente. Acabei o contrato no MTCC dia 31 de janeiro e no dia 2 de fevereiro já estava do volta na Informa (ex-MMPI – já falei dela aqui). Mesmo já tendo trabalhado lá antes, tive que reaprender algumas coisas, afinal, métodos e programas novos e claro, muita coisa eu havia esquecido. Mas com um pouco de paciência, prática e ajuda dos colegas, fui reaprendendo o trabalho e logo, logo já estava desenvolvendo novos projetos sozinha. A primavera e o outono são os meses mais badalados aqui de eventos, entao é um corre-corre só. Depois vem uma calmaria e ficamos só ‘organizando a casa’ e planejando o segundo semestre.

Gosto muito da maneira como os canadenses se organizam no meio profissional. Existe um planejamento e as pessoas estão sempre pensando em novas maneiras de melhorar o que jáexiste. Claro que existe também aquilo que não me agrada muito, tipo, o pouco treinamento que você recebe ao entrar numa empresa, mas com o tempo você acostuma a ‘se virar’ sozinho e corre em busca de informações por todo lado.

Ah! Sem contar que depois de 3 meses que eu havia deixado o MTCC e voltado para a Informa, o MTCC me ligou oferecendo a minha vaga de novo…rs. Tive que recusar por alguns motivos. Um deles é sobre o novo post. Veja no último paragrafo…

A segunda grande mudança é tão grande que vou ter que escrever um post só pra isso, mas já vou avisando que será um tópico que vamos incluir pra sempre nos nossos posts: um novo membro da família! :)

Categories: Novidades, Trabalho | 6 Comentários

Como é bom receber familiares e amigos….

Mais um post para a coleção dos posts estilo meu querido diário….

Como é bom receber familiares e amigos em nossa casa… Nestes últimos dias tivemos a oportunidade de ter conosco meus pais e também um casal de tios muito queridos. E receber visita significa sair da rotina e conhecer ainda mais a região.

A aventura já começou quando fui busca-los no aeroporto.  Eles somente saíram da área de desembarque após 3 horas da chegada do voo. Eu já estava achando que alguma coisa mais grave tinha acontecido e cheguei a perguntar a uma funcionária do aeroporto se poderia entrar em contato com eles, porém ela disse que não era possível, somente eles poderiam fazer contato. Mas graças a Deus eles se lembraram de mim (rsrsrs) e me ligaram para avisar que as malas não tinham chegado e estavam resolvendo com a companhia aérea. (Todas as malas ficaram na conexão e iriam ser enviadas somente no próximo voo).

Tudo estaria “ok” se eles fossem ficar os próximos dias lá em casa e então receberiam as malas na nossa casa, mas eles chegaram na madrugada de terça para quarta e na quinta-feira de manhã estávamos com viagem marcada para a Republica Dominicana. Dá-lhe emoção heim rsrsrs

Na quarta-feira de manha fui pessoalmente ao aeroporto para conversar com a supervisora responsável e explicar a situação. Ela muito prestativa disse que infelizmente não teria como as malas chegarem na quarta-feira, mas sugeriu que as malas fossem enviadas diretamente para Punta Cana e lá poderíamos retira-las. Isto fizemos e quando chegamos em Punta Cana, todas as malas estavam lá (mais malas do que precisávamos para a viagem a praia, mas melhor do que mala nenhuma ne). A companhia aérea também disponibilizou $150 para cada passageiro para compra de roupas para a viagem entre Toronto e Punta Cana.

Fora esta aventura, curtimos bastante os passeios que fizemos e vou fazer um post separado sobre Punta Cana.

Ficam aqui algumas fotos destes dias tão prazerosos.

Niagara On The Lake

_MG_1421

 

Vinícola Peller Estate em Niagara On The Lake

Vinícola Peller Estate em Niagara On The Lake

DSC02642

Categories: Familia | Deixe o seu comentário

Curiosidades – Estacionamento Pago

A realidade em todos grandes centros do mundo é que achar uma vaga em um estacionamento bem localizado e barato está cada vez mais difícil. Os preços em determinados lugares chegam a ser até mesmo abusivos. Em Janeiro fomos a um jogo da NBA aqui em Toronto, e pagamos $25 para um estacionamento que nem coberto era (ok, está certo que este era um evento esportivo, mas mesmo assim acho muito caro).

parking

Porém uma coisa muito comum aqui é que as pessoas oferecem o seu ticket de estacionamento para alguém que acabou de chegar e estacionar o seu carro (claro que se o ticket ainda estiver válido). Explico. Muitas vezes não temos a certeza de quanto tempo ficaremos parados no estacionamento e compramos um ticket com horas maiores do que as que acabamos usando, mas ao invés de simplesmente irmos embora e jogar o ticket no lixo, é super comum oferecer este ticket para alguém.

Uns sábados atrás, a Aline teve que trabalhar e iria deixar o carro o dia inteiro em um estacionamento próximo do trabalho e para surpresa dela, quando terminou de manobrar, eis que uma senhora a ofereceu o ticket do estacionamento que era válido até o dia seguinte. Legal né.

Esta cultura de se preocupar ou pensar no outro, mesmo não ganhando nada em troca me fascina (isto é uma coisa “pequena”, mas mesmo assim acho muito legal). As pessoas ficam tão felizes que vão passando a gentileza, e com isto parece que a corrente vai passando e mais e mais pessoas praticam o bom gesto.

Então fica a dica, se você já tiver pago um ticket de estacionamento e acabou não o utilizando todo, ofereça para quem está chegando.

Categories: Diversos, Toronto | 1 Comentário

Novidades Imigração Canada 2014

Se você tem interesse de imigrar para o Canada e já tem pesquisado sobre o assunto, já deve saber que o governo canadense divulgou no ultimo dia 26 de abril a nova lista com 50 profissões que estarão inclusas para o processo de imigração federal e algumas outras alterações em outros processos.

li-immigration-visa-620-cbc

Não vou colocar todos os detalhes aqui, pois basta acessar o site do governo e todas as informações estão detalhadas diretamente na fonte. Vale apenas ressaltar que devido a limitação do numero de vagas (que pelo menos desta vez parecem ser bem maiores do que a ultima lista), quanto antes você mandar seu processo, melhor. Mas tenha certeza de que tudo está direitinho e não deixe nenhuma informação para trás, pois isto pode atrasar ainda mais seu processo.

Link do site do governo: Clique aqui

Vale ressaltar que estas mudanças entram em vigor a partir de 1 de Maio de 2014.

Categories: Processo | 1 Comentário

A história do nosso banquinho

Resolvi escrever este post, pois é muito interessante como em coisas aparentemente simples, temos percepções diferentes e as vezes até complicamos.

Com a chegada da primavera, começou a temporada de compras para o jardim e quintal. Uma das aquisições que fizemos foi um banquinho para colocar do lado de fora da nossa casa, para poder curtir o bom tempo (não aguentamos mais ficar em lugares fechados), ver as crianças brincando e ate bater um bom papo com os vizinhos.

8838

Quando chegamos em casa com o banquinho, ficamos nos questionando se iríamos colocá-lo lá fora sem afixar no chão (pensamento acho que bem típico da maioria dos brasileiros, pois sempre vem aquela idéia de que alguém pode roubá-lo). Mas como ainda estava muito frio, resolvemos colocá-lo na garagem.

Foi ai que aquilo começou a me incomodar, todo dia via aquele banquinho ali na garagem, e fiquei pensando no porque alguém ia querer roubar nosso banquinho e se realmente fazia sentido fixá-lo no chão.

Nas minhas andanças e corridas pela vizinhança, praticamente todos os vizinhos que tem um banquinho, ele não está fixado no chão e comentando o assunto lá no trabalho, o pessoal ficou me olhando com uma cara de quem não está entendendo nada e me questionaram do porque este receio.

Acho que não comentamos aqui no blog, mas tivemos uma experiência negativa há um tempo, quando alguém roubou a nossa bicicleta no quintal quando morávamos em outro lugar. Nosso quintal era aberto, (sem cerca e todo mundo tinha acesso a ele) e ainda por cima eu não trancava a bicicleta nem com cadeado (dei mole ne..rsrs).

Para fechar a historia, resolvemos colocar o banquinho la fora SEM nenhuma proteção.  E esperamos usufruir dele por bastante tempo.

Temos sempre que agradecer (e o fazemos sempre) por morar em um país onde o índice de criminalidade é um dos menores do mundo. Um país onde ainda é possível esquecer um celular no trem e provavelmente encontrá-lo no mesmo lugar ou nos achados e perdidos, um país onde as casas não precisam de muros e onde podemos andar com seguraça. É claro que existem exceções sim, mas aqui elas realmente são exceções e não rotina.

Ótima semana para todos.

Categories: Casa, Diversos, Mississauga | 1 Comentário

Vizinhos

Fui criado em uma rua onde praticamente todos os vizinhos tinham um relacionamento bem saudável e amigável. Tanto os pais quanto as crianças estavam sempre juntas. Tenho tanta recordação boa da minha infância naquela vizinhança, que quando resolvi falar sobre este assunto aqui até tive um momento nostalgia. Meus grandes amigos de infância eram todos daquela vizinhança, que aliás meus pais ainda moram até hoje e adoram.

Neighbors

Desde que nos mudamos para o Canada, ainda não tínhamos tido aquele contato mais próximo com nossos vizinhos. As relações se limitavam a um hi, how are you? E nada mais. Mas quando compramos nossa casa no meio do ano passado, resolvemos que gostaríamos de mudar isto e nos aproximar dos nossos vizinhos.

Deus tem sido tão bom conosco que nos deu vizinhos ótimos. O vizinho da direita é um senhor que mora sozinho e é super prestativo. Nossa garagem fica parede com parede com a garagem dele e ele é tao simpático e prestativo que sempre limpa a parte da frente da nossa garagem quando temos tempestade de neve ou no outono quando fica tudo cheio de folhas das árvores. Ele está sempre com um sorriso no rosto e volta e meia batemos um papinho gostoso. No natal levamos pão de queijo e uns chocolates para ele e um cartão para agradecer a ótima recepção e ajuda com a neve/folhas. E não é que dias depois ele foi lá em casa nos levar uma caixa de chocolate também :-)

Os vizinhos da esquerda são uma família de indianos com 2 filhos também nota 10. Uma vez avisei para ele que iríamos viajar e ele disse que ficaria de olho na nossa casa e que iria recolher o jornal que jogam na nossa porta para ninguém perceber que não estávamos em casa. Ele está sempre nos convidando para tomar um chá (ainda não fomos, mas disse para minha esposa que vamos um dia lá e também vamos chamá-los para um jantar na nossa casa). No começo ele sempre me dava dicas de onde comprar as coisas na vizinhança e os filhos são super educados e adoram bater um papo também.

Minha mãe sempre me disse que os vizinhos são os parentes mais próximos nas horas de emergência e que é sempre importante ter uma relação saudável com eles. Então nesta primavera/verão, queremos expandir ainda mais nosso relacionamento com os nossos vizinhos. Já inclusive fomos apresentados também para os vizinhos latinos da rua e queremos conhece-los melhor.

E você? tem um bom relacionamento com seu vizinho?

 

Categories: Casa, Diversos, Mississauga | 2 Comentários

Cozumel – México

No final do ano passado, resolvemos dar uma escapada e curtir uma praia para fugir um pouco do inverno daqui. Após fazer algumas pesquisas online, decidimos ir para uma região do México que tínhamos gostado bastante – a península de Iucatã.

Já tínhamos visitado a região em 2012, mas desta vez resolvemos ficar na ilha de Cozumel.

Cozumel é uma pequena ilha que fica localizada a 20 kms de distância de Playa del Carmen (45 minutos de ferry) e 75 kms de Cancún. Apesar de bem pequena, a ilha possui um aeroporto internacional, e nosso voo foi direto entre Toronto-Cozumel (super conveniente). A ilha possui cerca de 90 mil habitantes e a rodovia que circula a ilha tem uns 62 kms de extensão. A ilha é super famosa entre os mergulhadores, pois ao sul da ilha fica localizado a segunda maior barreira de corais do mundo (perdendo somente para a australiana). Andando pela ilha você verá a enorme quantidade de empresas especializadas em mergulho.

A ilha não possui tanta opção de resorts como na Riviera Maya, mas mesmo assim não foi fácil decidir em qual ficar. Optamos pelo Parc Royal Cozumel (super indicação dos meus primos que tinham hospedado meses antes). O resort é bem pequeno, porém bastante aconchegante. É o tipo de resort que nos primeiros dias você já reconhece todo o pessoal que trabalha (alguns até começaram a me chamar pelo nome…rsrsrs). São somente 2 restaurantes a la carte e 1 buffet. Você tem a opção de jantar nos a la carte todos os dias, basta fazer a reserva até 3pm da tarde do mesmo dia (super tranquilo). Não tivemos do que reclamar com a comida e serviço em nenhum dos restaurantes. Ainda mais arrastando meu espanhol, sempre éramos super bem tratados (éramos os brasileños-canadienses rsrs).

Parc Royal Cozumel

Parc Royal Cozumel

A praia do resort é literalmente um ovo, então se você está buscando uma praia enorme para fazer caminhada na areia, este não é o seu resort. Fazíamos nossa caminhada no calçadão e íamos ate o centro da cidade (uns 2kms) para fazer alguma comprinha, tomar um sorvete ou café. O hotel não possui wifi gratuito, então íamos ao Starbucks do centro para estarmos conectados com o mundo.

Praia do resort, ao fundo tem uma área demarcada para snorkel

Praia do resort, ao fundo tem uma área demarcada para snorkel

Shopping  à 2km onde tem Starbucks, Hard Rock Cafe e lojinhas de souveniers

Shopping à 2km onde tem Starbucks, Hard Rock Cafe e lojinhas de souveniers

O que fizemos por lá:

Muita gente deve querer bater na gente, mas não fizemos nenhum mergulho durante nossos 7 dias de estadia. Fizemos snorkel quase todos os dias, mas mergulho de cilindro continua na nossa wish list. Fora do resort fizemos somente 2 dias de passeio. Os outros 5 dias foram dedicados a curtir o resort mesmo (alias pagamos para isto):

Explorando a ilha: Alugamos um carro ($50) e tiramos um dia inteiro para dar uma volta completa na ilha e explorando diferentes lugares por nossa conta (paramos em algumas praias e também visitamos o Parque Punta Sur).

IMG_0173 IMG_0190

Parque Punta Sur

Parque Punta Sur

Xcaret: Tiramos um dia inteiro para irmos conhecer o Xcaret (parque que reune diversas atividades como nadar com os golfinhos, piscinas naturais, praia, cenotes, rios para fazer snorkel, etc..). Saímos bem cedo de Cozumel, pegamos o ferry ate Playa Del Carmen e de lá uma van nos levou ate a entrada do parque. O parquet é enorme e um dia não será suficiente para conhecer tudo, portanto selecione o que realmente gostaria de fazer antes mesmo de chegar por lá.

Viagem Cozumel Dez 2013 Viagem Cozumel Dez 20131

DSC04104 DSC04105

DSC04124 DSC04167

E para fechar o dia no Xcaret, eles apresentam um espetáculo em uma arena para ate 6 mil pessoas. Tudo muito organizado e bem feito.

IMG_0317 IMG_0381 IMG_0400

Categories: Viagens | Deixe o seu comentário

Aniversário Igreja Vida Nova

Convite muito especial: Neste final de semana, estaremos comemorando o aniversário da nossa igreja aqui em Toronto e teremos a presença super especial do Pr. Hernandes Dias Lopes.

Venha nos visitar na 2365 St. Clair Ave. West, Toronto.

Dias 14 e 15 de Fevereiro o culto começará as 8pm e no dia 16 as 6pm.

Se voce nao conhece o Pr Hernandes Dias Lopes, de uma olhada no site dele.

 

ptslide2

 

 

Categories: Igreja | Deixe o seu comentário

Visitas e inverno 2014

Já estamos quase no final de Janeiro e realmente este inverno de 2013/2014 não tem sido moleza. Com certeza, o nosso pior inverno desde nossa chegada em 2009. Será porque agora somos canadenses estamos sendo testados!?!?!…kkkkk… Tá difícil passar neste teste :-(

Mas vamos falar de coisas boas, pois tivemos a grata visita dos familiares da Aline conosco no Natal e Ano Novo. Abre um parênteses (Apesar de que depois do que eles viram e passaram por aqui, acho difícil quererem voltar nesta época do ano) :-( Mas quem disse que o frio e a neve nos impediu de fazer os passeios que programamos!?! Nos aventuramos em bastante coisa:

2 dias em Ottawa – Foi nossa segunda visita a Ottawa e a primeira no inverno. Andamos bem menos do que na primeira vez, pois realmente estava difícil ficar exposto ao frio + vento + neve. Visitamos o parlamento (infelizmente a peace tower estava fechada devido a um problema no elevador) e fomos ao museu da civilização e museu da guerra (ambos de graça, pois utilizamos nosso CAP pass, dois a menos do nosso to visit list). Ficamos hospedados no mesmo hotel da nossa lua de mel (Four Points By Sheraton), localização super conveniente (em frente ao museu da civilização).

Parlamento

Parlamento

Snowmobile em Orillia – Já tínhamos feito snowmobile antes, mas não durante 1 hora e meia seguida e em uma trilha própria para a atividade. Confesso que no dia anterior eu me perguntei se realmente deveria levar nossos visitantes neste passeio, pois a previsão era de muito frio. Quando chegamos no local do passeio, o cronômetro do meu carro marcava -29 graus. Todo mundo estava super agasalhado, mas ficar 1 hora e meia exposto aquela temperatuda me deixou preocupado. E não é que todo mundo curtiu o passeio e nem reclamaram tanto do frio (acho que a adrenalina da aventura esquentou a galera).

Olha a felicidade da sogrinha :-)

Olha a felicidade da sogrinha :-)

 

IMG_0440

Blue Mountain – Mais um dia de temperaturas beirando o -30 graus e na programação estava Blue Mountain. Fizemos um bate-volta e nosso objetivo era passear na vila, fazer alguns passeios e curtir uma piscininha aquecida.

DSC04270

Plunge!

Plunge!

Ridge Runner Mountain Coaster

Ridge Runner Mountain Coaster

Boxing day – Foi a primeira vez que fomos fazer compras no boxing day (26 de dezembro) e espero ser a última. Fomos ao Vaugh Mills Mall e nunca vi tanta gente reunida em um shopping. O que era aquilo!?!? Já não sou muito fã de shopping, no boxing day então, minha paciência foi testada ao seu último nível. Os preços realmente estavam muito bons, mas a grande maioria dos preços continuam no boxing week, então não acho que vale a pena o stress (pode até ser que o que você queira fique sold out, mas paciência. Pode ter certeza que outra promoção virá)

Aquário de Toronto – Estávamos esperando as primeiras visitas do Brasil chegarem, para podermos ir conhecer a “nova” atração da cidade. Achei o aquário bem legal, mas o preço está bem salgado na minha opinião (CAD$30.00) e por ser uma nova atração, se programe, pois provavelmente estará bem cheio quando for visitar (pelo menos nas férias de final de ano estava e pior ainda no final de semana). Mas para quem curte visitar um aquário, eu recomendo a visita.

DSC_0231

IMG_0672

NBA – A Aline nunca gostou de basquete e nunca topou ir comigo em um jogo da NBA, mas ai aproveitei uma promoção do Groupon e a companhia do meu sogro e cunhado para fazermos uma noite do clube do bolinha no Air Canada Centre. E não é que demos sorte para o Toronto Raptors :-)

IMG_0300

 

IMG_0303

Agora nossa oração é para que venha a primavera ASAP, PLEASE!!!!

 

Categories: Diversão, Familia, Viagens | Deixe o seu comentário

2013

Mais um Dezembro e com ele o fim de um ano bastante corrido. Como o tempo tem passado depressa. 2013 foi um ano de muitas mudanças e bençãos na nossa vida aqui no Canadá (e claro de muitas lutas, desafios). 

Em 2013 eu mudei de emprego e a Aline se firmou ainda mais na área de atuação dela. Mudamos para nossa casa própria, fomos ao Brasil bem rapidinho para o casamento do André e Maria Paula, nos tornamos cidadãos Canadenses. Posso dizer que foi um ano cheio de bençãos e trabalho na nossa Igreja também. Ajudamos na liderança de 2 grupos de Casados para Sempre, um curso abençoado que nossa igreja acreditou e tem investido na vida dos casais. Foi um ano em que o verão foi repleto de pequenas viagens e também o ano que meu pai passou 2 meses conosco estudando inglês.

Primavera 2013

Primavera 2013

Inverno 2013

Inverno 2013

Verão 2013

Verão 2013

Realmente não podemos reclamar de nada. Somente agradecer, pois o Senhor tem sido misericordioso com as nossas vidas. 2014 já está repleto de sonhos, projetos, planos e desejos. Colocamos todos sempre nas mãos do Senhor e temos a certeza de que o melhor ainda está por vir.

Agora é curtir nossas férias e a família que já está chegando para passar o final de ano conosco :-)

Feliz Natal e até 2014!!!

 

Categories: Retrospectiva, Sentimentos | 2 Comentários

Viagens para o Caribe

O Canada pode até não ter praias maravilhosas durante o ano inteiro e no verão nos contentamos com o lago Ontário ou outro lago na região para curtir o solzinho, mas se tem uma coisa bem acessível por aqui são os pacotes de viagens para qualquer lugar do Caribe. Seja em um orçamento apertado ou mais folgado, dar uma escapadinha para Cuba, México, República Domincana, Bahamas, etc.. está ao alcance da grande maioria por aqui. Em média, por CAD$1.000,00 você pode ir tranquilamente para um dos países que citei incluindo todo o custo de passagem aérea, traslado, resort 4 estrelas e todas as refeições inclusas (isto mesmo, TUDO INCLUSO). E dependendo da época do ano, pode ser ainda mais barato (hurricane season rsrsrs).

Viagem a Cuba em 2010

Viagem a Cuba em 2010

Estas viagens são ideais para quem busca relaxar e curtir sol, sobra e agua fresca. E se quiser, ainda pode aproveitar e conhecer um pouquinho da regiao que está visitando. Estando por lá, você pode pegar uma das excursões diárias e ir conhecer algum lugar próximo ou se você é dos que nao gostam de excursão com horários definidos, pode fazer seu próprio roteiro e se aventurar pelo pais.

Nos aventurando por Cuba..

Nos aventurando por Cuba..

DSC00940

Aventuras pelo México

O site que mais utilizo para pesquisar preços e destinos e que acho mais fácil de navegação é o www.tripcentral.ca. Outros que também uso para comparar preço e ver outras opções sao www.itravel2000.com e o www.flightcentre.ca. Se você não gosta de fazer compras via web, existem lojas da Flight Centre em vários lugares da cidade também.

A grande questão é que a maioria dos destinos tem tanta opção de resort que fica difícil na hora de escolher para qual ir. Gosto bastante de pedir indicação para amigos e também gosto de ler os comentarios que as pessoas postam no tripadvisor. Lembre-se de sempre ponderar nos comentários, pois tem muito viajante exigente demais ou muito sem noção, mas se tem 10 pessoas falando a mesma coisa, fique atento. Outra opção é ir para as grandes redes de resort. Melia, Grand Bahia Principe, Iberiostar etc…

Nós já nos aventuramos por 1 destino em Cuba e 1 destino no México. Agora em dezembro estamos indo para nosso 2 destino no México (depois venho aqui compartilhar), mas confesso que on-line eu já me aventurei por quase todos os destinos e já tenho minha listinha de quais serão os próximos…rsrsrs…

Que venham muitas férias para contemplarmos estes paraisos pelo mar do Caribe.

Categories: Coisas que gosto de fazer, Diversão, Viagens | Deixe o seu comentário

Cultural Access Pass – CAP

Uma coisa bem legal que o governo canadense proporciona para os novos cidadãos é o Cultural Access Pass – CAP (Passe para acesso cultural). A partir da data da sua cerimônia de cidadania, voce terá o direito, por um ano, ao acesso gratuito a mais de 1,000 atrações culturais no país inteiro (museus, galerias, parques, e 50% de desconto em uma viagem de trem da Via Rail).

CAP
Todos os detalhes e informações sobre o CAP podem ser accessados em um site especialmente dedicado ao programa (clique aqui). É muita atração disponível e esperamos poder visitar o máximo de atrações possíveis. Um ano parece ser muito tempo, mas com tanta opção, vamos ter que fazer uma seleção do que visitar. 

Fica a dica para os futuros canadenses. 

Categories: Diversão, Diversos | 1 Comentário

Mississauga

A maioria dos brasileiros nunca nem ouviram falar sobre a cidade de Mississauga (a cidade que vivemos aqui no Canadá), mas ela é uma das principais cidades do país.

Torres absolute em Mississauga (inspirada nas curvas de Marilyn Monrow)

Torres absolute em Mississauga (inspirada nas curvas de Marilyn Monrow)

 

Vamos à alguns fatos: Mississauga é a 6 maior cidade do Canadá com aproximadamente 750.000 habitantes e a 2ª maior da província de Ontario, perdendo somente para Toronto. Sua localizacao é bem estratégica e as vezes é difícil saber onde Mississauga acaba e onde as outras cidades ao redor começam (Toronto, Brampton, Oakville, Milton). Estas cidades fazem parte das 25 que constituem a famosa GTA (Great Toronto Area), grande Toronto.

Apesar de Mississauga já ser uma cidade bem grande (para os padrões canadenses rsrsrs), na minha opinião, ela ainda tem um ar de interior. Ela é um dos subúrbios do grande centro de Toronto e uma ótima opção se voce está procurando um lugar um pouco mais tranquilo para viver, mas ainda perdo de uma grande metrópole. O trânsito não é tão caótico como em Toronto, apesar de que em certos pontos ja está ficando complicado nos horários de pico.

Os bairros ou regiões de Mississauga

Os bairros ou regiões de Mississauga

Um dos “charmes” ou curiosidade da cidade é a sua prefeita. Hazel McCallion está no cargo desde 1978 (35 anos) e ela tem 92 anos de idade (incrível ne)… E se vocês virem ela fazer um discurso (eu já vi), verão como ela nao é mole nao…rsrsrs….

Vou tentar fazer alguns posts com dicas sobre a cidade e pontos a se visitar.

Ótima semana para todos!!!

Ah, e para quem está na GTA, Terça-feira teremos o jogo do Brasil e Chile de futebol e não podemos perder a oportunidade de ir prestigiar a seleção verde amarela.

 

Categories: Mississauga | 3 Comentários

Quanto mais canadense eu me torno, mais brasileira me sinto

Juramento

Juramento

Hoje juramos à Rainha. Sim, muito, muito felizes. Um grande sonho realizado e um dos nossos objetivos conquistado. Um trajeto que não podemos dizer que foi tãoooo longo; até achávamos que demoraria mais tempo.

A cerimônia foi legal e organizada (bem canadense…rs). O juiz nos surpreendeu com um estilo bem humorado e descontraído, mas dando a importância merecida para esse momento tão sublime. Pra começar, o juiz é um imigrante da Polônia! E isso é uma das coisas que mais admiro nesse país: o multiculturalismo. Essa palavra significa muito mais que muitas raças juntas; significa pessoas de opiniões e crenças diferentes (e até opostas) que se respeitam e assim constroem uma comunidade forte e saudável. Imagine que salada divertida: a seriedade de um russo, junto com a espontaneidade de um jamaicano, misturada com a delicadeza de um chinês e uma pitada de curry do indiano. Pronto! Acabo de definir o Canadá.

A certidão

A certidão

Voltando ao assunto do juiz, ele nos contou um pouco da sua história desde sua chegada aqui em 1983. Nada diferente da maioria dos imigrantes. Sem muita grana, um inglês bem fraco e um monte de diplomas nas costas, acabou começando sua carreira como motorista de taxi. Depois de muito esforço e dedicação, 30 anos depois ele é juiz e tem a honra de proferir cidadania a imigrantes como ele. História bacana, né? E bem inspiradora também. E é exatamente isso que espero do país: oportunidades. Eu dou o melhor de mim e em contrapartida o país me dá o melhor dele. Simples assim. Quanto mais eu dou, mais eu ganho.

Hino

Hino

Voltando à cerimônia e ao juiz de novo, tudo durou cerca de duas horas. Confere documentos, o juiz faz pequenos discursos, faz o juramento, entrega-se a certidão de cidadania, fotos, canta-se o hino e mais fotos. O juiz super disponível e brincalhão tirou fotos com todos os novos cidadãos.

DSC03864

Assim, saímos de lá com um papel timbrado com nosso nome e um brasão dourado, carta de “boas-vindas ao time” e assinatura do Primeiro Ministro e com uma frase no coração: Se tornar cidadão de uma nova pátria é como um casamento. Você escolhe seu noivo e se casa com ele, mas nunca deixa de amar sua mãe. Frase do Ministro de Alberta, citada pelo juiz hoje.

E assim termino o meu post. Tendo a certeza que meu amor pelo Brasil cresce a cada dia mais, mas que hoje, resolvi me casar com o Canadá :) . Se esse amor é para sempre?!? Bem, isso vai depender se nós dois vamos querer que seja (eu e o país)

Yess!! Ouiii!!

Yess!! Ouiii!!

“Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure.”

Categories: Processo, Sentimentos | 17 Comentários

Teste para Cidadania Canadense

Esta semana tivemos uma grata surpresa. Quando menos esperávamos, recebemos a carta do governo nos convocando para fazer o teste da cidadania canadense e conferência dos nossos documentos. Como comentamos aqui no blog anteriormente, aplicamos para a cidadania em Janeiro e pensamos que somente seríamos chamados para fazer a prova no ano que vem, mas para nossa alegria :-), eles nos convocaram “antes” do esperado (pelo menos antes do que nós esperávamos..rsrsrsrs).

É claro que nem tudo são flores e como não estávamos esperando esta convocação por agora, não tínhamos estudado práticamente NADA :-0 e para “piorar”, eu abri a carta no domingo dia 20 de outubro e a data da prova era 23 de outubro… Isto mesmo, nos restavam somente 3 dias para estudar (NO PANIC kkkkkk). 

passport

Pelo que lia na internet e conversando com amigos, geralmente eles mandam a carta com pelo menos 2 semanas de antecedência da data do exame, mas este não foi o nosso caso. À principio pensamos em ligar e adiar a prova (o que parece ser uma opção), mas pensamos bem e resolvemos que iríamos estudar intensamente nestes 3 dias e fazer a prova no dia programado. No domingo mesmo, depois que abri a carta, já devorei o livro e comecei a fazer diversos testes simulados online e vi que apesar de ser muito conteúdo, não era tão difícil assim. Estudar sobre o país que você escolheu morar é prazeiroso e não foi nada tedioso. Depois vou fazer um post com algumas descobertas que fizemos quando estávamos estudando.

E como é o teste?
São 20 perguntas na prova e você tem que acertar 15 (75%) para ser aprovado. Você tem 30 minutos para fazer (tempo mais do que suficiente). O conteudo é o que está no discover canada book que eles te mandam junto com a confirmação de que seu processo de cidadania foi aberto. 

E como é o processo no dia da prova? 
Na carta que o escritório de imigração envia, como sempre, eles são bem claros e detalhistas. Eles já avisam que o processo pode durar umas 4 horas (no nosso caso foram quase 3 horas ao todo). Não adianta chegar muito cedo, mas recomendo chegar uns 15 minutinhos antes. Eles colocarão todo mundo que fará a prova em uma sala grande e chamarão um por um para conferir os documentos e atualizar alguma coisa se tiver mudado (emprego, telefone, endereço, etc). Este processo dura somente uns 10-15 minutos, mas você precisa esperar que todo mundo da sala seja verificado para que todos começem a prova juntos (super justo, mas é ai que está a demora. Aproveitamos para fazer uma revisão final e relaxar).

Quando a conferência de todos terminar, eles explicarão como o teste funciona e os 30 minutos começam a contar. Tiveram candidatos que não gastaram nem 10 minutos para terminar a prova. Realmente o teste é bem tranquilo para quem estudou e fez os simulados online.

Para nossa grata surpresa, o pessoal que estava aplicando nossa prova pediu para que quando terminássemos a prova, esperássemos do lado de fora, pois eles ja iriam falar se tínhamos passado na prova ou nao :-) Assim que saímos da sala, rapidinho eles já nos chamaram em um cantinho e disseram que tínhamos sido aprovados (ebaaa) e que dentre umas 2-3 semanas receberemos uma carta nos convocando para a cerimônia (ebaa

Vou deixar aqui os simulados que usamos e achamos super úteis:

http://www.citizenshipcounts.ca/quiz

http://www.citizenquiz.com/

Agora é aguardar a cartinha com a data da nossa cerimônia

“God keep our land, glorious and free, O Canada, we stand on guard for thee”… Já temos que ir treinando para cantar o hino e jurar a rainha :-)

Categories: Processo | 5 Comentários

Centros Comunitários

Se tem uma coisa que dá certo aqui no Canadá e ficaria muito feliz em ver isto no Brasil, são centros comunitários com estrutura de primeira. Os centros comunitários de Mississauga são mantidos pela prefeitura e o grande objetivo é proporcionar a população local atividades recreacionais e de bem estar também. Até onde sei, todas as atividades sao pagas pelos participantes/alunos e na sua grande maioria a qualidade do serviço é muito boa. Nao sei falar se o governo tem que subsidiar uma parte do custo de manutenção dos centros comunitários ou se eles são auto suficientes, mas é legal que alguns dos centros são interligados a escolas públicas, o que faz com que os alunos tenham uma ótima estrutura e a comunidade também pode utilizar.

Centros Comunitários em Mississauga

Centros Comunitários em Mississauga

Como vocês podem ver no mapa acima, a cidade inteira está coberta por centros comunitários em todas as regiões. Uma grande parte da populacao, sejam ricos ou pobres, procuram estes centros para aulas de natação, hidroginástica, artes marciais, esportes em geral, academia, etc… Na minha opinião, os valores cobrados são justos (nem caro demais, nem barato demais) e todos tem acesso (pode até ser que se a família nao tiver condições de pagar por alguma atividade, o governo pague por isto).

Temos 2 centros comunitários que ficam a uns 5 minutos da nossa casa e deste Setembro tenho participado de uma liga de voleibol e curtido bastante. É uma ótima oportunidade para conhecer mais pessoas na nossa vizinhança e ainda praticar um esporte que gosto. As ligas de esportes são organizadas de acordo com o nível dos atletas e posso dizer por experiência própria que são bem concorridas. Somente nesta liga que estou, somos 48 adultos participando, divididos em 6 times. Sao 13 semanas de jogos, 3 horas por semana e ainda teremos playoffs no final :-)

Arena dos duelos :-)

Arena dos duelos :-)

Os centros comunitários são também uma grande oportunidade para você não ficar parado durante o inverno inteiro. Dê uma conferida no site, pois são várias classes e opções para todas as idades.

Categories: Coisas que gosto de fazer, Esporte, Mississauga | Deixe o seu comentário

Processo compra casa Canada

É claro que cada um tem uma experiência diferente no processo de compra da casa própria, mas vou relatar como foi o nosso processo de compra da casa aqui no Canada:

- Escolha do corretor: É super importante escolher um corretor que seja de sua confiança, pois sua casa provavelmente será o maior investimento que você fará. Muitos brasileiros optam por ter um corretor brasileiro, para facilitar a compreensão de todos os novos termos e passos no processo da compra. Nós acabamos tendo uma corretora canadense mesmo, pois já trabalhavamos com ela durante estes 4 anos de aluguel e temos uma boa afinidade com ela. Além do mais, ela ja conhecia nosso gosto e o que nos agradaria ou nao (isto pode salvar bastante tempo em ficar visitando casas).

- Pesquisa no MLS: MLS é o sistema de listagem de casas aqui no Canada e é importante fazerem uma pesquisa no MLS para terem uma noção de quanto será a casa do jeito que você está procurando e na região que você deseja morar. Pode ser que você nao tenha condições financeiras para comprar a casa do seus sonhos AINDA :-)

- Solicitando pre-aprovação no banco: Antes de começar as visitas às casas a venda, é importante irem ao banco e solicitarem uma pre-aprovação do financiamento (a não ser que você já tenha todo o dinheiro para comprar a vista). Esta aprovação geralmente é válida de 90 a 120 dias, e ela inclusive garante o % do juros que irá pagar (vale negociar os juros, pois os bancos estão sempre competindo entre si pelos clientes e eles sempre conseguem baixar um pouco o %). Pesquise bem sobre as diferenças e vantagens/desvantagens de cada opção. Você pode inclusive ter um broker que faz toda a pesquisa para você e te ajuda nesta parte financeira. Nós optamos por um banco que não trabalha com brokers externos, mas eles nos ofereceram um % super bom.

- Criando filtro no MLS: Em uma das primeiras conversas com o seu corretor, ele vai fazer uma entrevista com você para saber seu wish list (sua lista de coisas que voce gostaria na casa) e também definir a região que estará procurando. Quando todos os critérios estiverem definidos, todos os dias você receberá um email com todas as casas que se encaixam no seu perfil e caso goste de alguma, é só pedir o seu corretor para marcar uma visita.

- Fazendo uma oferta: Se você foi visitar uma casa e realmente gostou tanto da casa que gostaria de fazer uma proposta/oferta, seu corretor te levará para o escritório dele e ele vai fazer uma pesquisa para te mostrar se o valor que está sendo pedido na casa é correto/justo. Os corretores têm acesso a vários detalhes sobre a compra e venda de todas as casas, com isto verá quando as casas foram vendidas na vizinhança e por quanto foram as transações. Ele inclusive te falará por quanto os atuais donos compraram a casa e há quanto tempo estão no imóvel (vocês poderão talvez até ver fotos antigas da casa dos antigos listings dela). Achei isto super legal, pois te dá mais confiança se está pagando um valor justo. Feita a pesquisa, seu corretor irá preparar a documentaçao para você. Basta você simplesmente assinar :-)

- A oferta foi aceita: Pode ser que tenham algumas idas e vindas de papelada na oferta (aumento ou diminuição de valor, data de posse, clausula…). Normalmente uma das clausulas da compra é dar um valor de depósito em 24/48 horas do fechamento do negócio (este valor será deduzido do seu down-payment (entrada). Aqui em Ontario o mínimo é 5% de entrada para quem está comprando a casa pela primeira vez)

- Fazer inspeção da casa: Uma das cláusulas super importante de ter no contrato é que a compra está condicionada a uma inspeção técnica. Seu corretor te dará todas as dicas e se você não conhecer um profissional de confiança, ele te indicará. No nosso caso, nós fomos juntos no dia da inspeção e o técnico nos mostrou tudo e explicou o funcionamento de tudo e como devemos proceder (no verão liga isto, no inverno desliga isto e liga isto… haja detalhes viu, mas vamos aprendendo). 

- Achando um advogado: Assim como o corretor, procure um advogado de sua confiança (nós pegamos uma indicação de amigos nossos e também nao tivemos problema algum). O advogado é a pessoa que irá cuidar de todas as documentações de transferência do imovel e irá recolher o restante do dinheiro da entrada e te entregará as chaves da sua casa no dia do fechamento do negócio. Ele tambem cuida de toda a comunicação com o advogado dos vendedores e te informa se tem qualquer problema com documentação, seja da casa, do banco ou seguro.

Normalmente entre o dia da compra da casa até o fechamento do negócio, as pessoas pedem 30, 60 ou 90 dias. No nosso caso foram 60 dias. São tantas coisas que pagamos para o advogado (closing costs), que nem vou listar aqui, é só pesquisar na internet que tem todos os detalhes. Seu corretor ou advogado pode listá-los para você também com detalhes. Mas reserve pelo menos uns 2% do valor da casa para os closing costs. Se for a primeira vez que está comprando uma casa no Canada, o governo te dará alguns descontos e beneficios. 

Vou ficar por aqui, pois este post já ficou gigante… Apesar de muitos detalhes, o processo não é complicado não.

home sweet home

Semana abençoada para todos :-)

Categories: Casa, Compras, Processo | 6 Comentários

Blog em WordPress.com. The Adventure Journal Theme.

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 319 outros seguidores